Suíça: o drama dos Francos Suíços na hora de viajar

O drama dos Francos Suíços na hora de viajar

Uma das maiores preocupações na hora de viajar para fora do pais é o câmbio. Passamos a acompanhar diariamente a flutuação até a hora final de trocar a moeda para viajar. Quando a viagem é dentro da zona do Euro, tudo é mais simples. Porém, quando queremos também bater perna em países que usam moeda própria, as coisas complicam um pouco. 

No caso da Suíça, a moeda usada é o Franco Suíço. Moeda que geralmente tem valor próximo ao do Euro. O problema é que praticamente nenhum estabelecimento suíço aceita o Euro. Então, se você quer escapar das taxas extras do cartão de credito, o jeito é comprar dinheiro em espécie.

No Brasil não é impossível encontrar Francos para comprar, mas não são todas as casas de câmbio que possuem a moeda e, por vezes, os valores são limitados. Em Brasília, por exemplo, é comum que viajantes tenham de encomendar os valores com alguns dias de antecedência antes de retirar o dinheiro da viagem.

Outro problema é quando a viagem acaba e sobra dinheiro em espécie. Ou seja, fica na carteira, de lembrança, uma moeda cara, que a gente nem sabe quando vai poder usar novamente.

 

 A solução para a troca de Francos Suíços

Recentemente descobri que há uma solução bastante prática para o problema. Em alguns bancos, como é o caso do Migros Bank (rede espalhada por todas as cidades suíças), o caixa automático converte – sem qualquer taxa de administração – valores de Dólar ou Euro para Franco Suíço. 

A operação é tão simples que não é feita sequer com a ajuda de um funcionário do banco. Basta selecionar as opções para conversão e o câmbio é feito no caixa automático mesmo, de forma imediata. O câmbio utilizado pelas máquinas é o do dia e a opção inversa (de inserir Francos Suíços e retirar Dólares ou Euros) também é possível.

 

Como trocar moedas no Migros Bank

Ao menos na rede do Migros Bank, as máquinas que fazem a operação são diferentes das demais para saque, portanto, ficam na parte de dentro das agências. Na parte superior do aparelho esta escrito ‘‘Change”. Basta tocar na tela e iniciar o procedimento, sem precisar inserir qualquer cartão. Em Berna há uma dessas agências ao lado da estação principal de trem.

Vale lembrar que parte das opções, mesmo para quem seleciona menu em inglês, aparece em alemão. Então, para não ter nenhum problema, recomendo chamar um ajudante do banco para traduzir e auxiliar. 

A máquina conta automaticamente o dinheiro em qualquer uma das moedas, mostra qual será a taxa de câmbio e devolve conforme a sua opção. Legal, né?

Onde fazer câmbio sem taxa
Máquinas da Migros Bank que fazem o câmbio de Francos Suíços sem taxas. Foto: Julia Borba.
Curiosidades

Já que estamos falando de Francos Suíços, algumas curiosidades:

– A Suíça tem a maior moeda em valor em uso no mundo, CHF 5 (ou seja, cinco Francos Suíços, que são aproximadamente R$ 17,00).

– As notas de Franco também alcançam o maior valor em circulação: CHF 10, CHF 20, CHF 50, CHF 100, CHF 200 e CHF 1.000! Muito dinheiro, nossa…

– Em Liechtenstein a moeda oficial também é o Franco Suíço. Pronto, achamos mais um lugar para você ir gastar seus moedões!

 

Migros Bank

Aarbergergasse 20-22, 3011 Bern

Aberto de segunda à sexta-feira, das 9h00 às 17h00.

_________________________________________________________________________________

COMECE SUA VIAGEM AGORA MESMO:

Encontre passagens aéreas mais baratas

Reserve hotéis e pousadas pelos melhores preços

Veja como fazer câmbio com praticidade e menores taxas

Saia do Brasil com chip pré pago e internet 4G

Entenda tudo sobre o Seguro Viagem

Alugue carros pelos melhores preços

Economize e corte filas em passeios

 _________________________________________________________________________________

Gostou? Então compartilhe este post!

Julia Borba

Julia Borba é repórter de formação e já trabalhou em grandes redações como a Folha de São Paulo e a Rede Globo. Apaixonada pelo Brasil e pelo mundo, é uma das adeptas da teoria de que a vida é curta demais para ficar em apenas um lugar. Além do Brasil, já morou nos Estados Unidos e na Suíça, onde atualmente cursa mestrado em Comunicação Empresarial. Para ela viajar é sinônimo de felicidade – seja por destinos rústicos e com muita na natureza ou encontrando os lugares super charmosos espalhados pelas grandes cidades. Adora contar historias e compartilhar dicas e experiências com todos os apaixonados por viagens.

4 comentários em “Suíça: o drama dos Francos Suíços na hora de viajar

  • 9 de outubro de 2017 em 23:10
    Permalink

    Julia, mais a taxa deles é alta? Eu consigo comprar dolar no preço do comercial (3,18) dependendo da cotação dólar -franco suíços, é melhor eu comprar la que no Brasil (3,52 o mais barato que achei).

    Obrigado

    Resposta
  • 4 de outubro de 2017 em 12:47
    Permalink

    Quantos francos suíços levar para gastar por dia? (transporte + alimentação + passeios?)

    Resposta
  • 24 de julho de 2017 em 08:19
    Permalink

    Muito prático! Todo lugar devia ter um desses

    Resposta
    • 5 de agosto de 2017 em 10:38
      Permalink

      Também acho! Pagar taxas apenas pelo serviço de trocar a moeda também parece uma coisa bem antiga, né?

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
  
error: Content is protected !!