câmbio moedas no exterior

Suíça: o drama dos Francos Suíços na hora de viajar

SUÍÇA VIDA NA SUÍÇA
O drama dos Francos Suíços na hora de viajar

Uma das maiores preocupações na hora de viajar para fora do pais é o câmbio. Passamos a acompanhar diariamente a flutuação até a hora final de trocar a moeda para viajar. Quando a viagem é dentro da zona do Euro, tudo é mais simples. Porém, quando queremos também bater perna em países que usam moeda própria, as coisas complicam um pouco. 

No caso da Suíça, a moeda usada é o Franco Suíço. Moeda que geralmente tem valor próximo ao do Euro. O problema é que praticamente nenhum estabelecimento suíço aceita o Euro. Então, se você quer escapar das taxas extras do cartão de credito, o jeito é comprar dinheiro em espécie.

No Brasil não é impossível encontrar Francos para comprar, mas não são todas as casas de câmbio que possuem a moeda e, por vezes, os valores são limitados. Em Brasília, por exemplo, é comum que viajantes tenham de encomendar os valores com alguns dias de antecedência antes de retirar o dinheiro da viagem.

Outro problema é quando a viagem acaba e sobra dinheiro em espécie. Ou seja, fica na carteira, de lembrança, uma moeda cara, que a gente nem sabe quando vai poder usar novamente.

 A solução para a troca de Francos Suíços

Recentemente descobri que há uma solução bastante prática para o problema. Em alguns bancos, como é o caso do Migros Bank (rede espalhada por todas as cidades suíças), o caixa automático converte – sem qualquer taxa de administração – valores de Dólar ou Euro para Franco Suíço. 

A operação é tão simples que não é feita sequer com a ajuda de um funcionário do banco. Basta selecionar as opções para conversão e o câmbio é feito no caixa automático mesmo, de forma imediata. O câmbio utilizado pelas máquinas é o do dia e a opção inversa (de inserir Francos Suíços e retirar Dólares ou Euros) também é possível.

Como trocar moedas no Migros Bank

Ao menos na rede do Migros Bank, as máquinas que fazem a operação são diferentes das demais para saque, portanto, ficam na parte de dentro das agências. Na parte superior do aparelho esta escrito ‘‘Change”. Basta tocar na tela e iniciar o procedimento, sem precisar inserir qualquer cartão. Em Berna há uma dessas agências ao lado da estação principal de trem.

Vale lembrar que parte das opções, mesmo para quem seleciona menu em inglês, aparece em alemão. Então, para não ter nenhum problema, recomendo chamar um ajudante do banco para traduzir e auxiliar. 

A máquina conta automaticamente o dinheiro em qualquer uma das moedas, mostra qual será a taxa de câmbio e devolve conforme a sua opção. Legal, né?

Onde fazer câmbio sem taxa
Máquinas da Migros Bank que fazem o câmbio de Francos Suíços sem taxas. Foto: Julia Borba.
Curiosidades

Já que estamos falando de Francos Suíços, algumas curiosidades:

– A Suíça tem a maior moeda em valor em uso no mundo, CHF 5 (ou seja, cinco Francos Suíços, que são aproximadamente R$ 17,00).

– As notas de Franco também alcançam o maior valor em circulação: CHF 10, CHF 20, CHF 50, CHF 100, CHF 200 e CHF 1.000! Muito dinheiro, nossa…

– Em Liechtenstein a moeda oficial também é o Franco Suíço. Pronto, achamos mais um lugar para você ir gastar seus moedões!

Migros Bank

Aarbergergasse 20-22, 3011 Bern

Aberto de segunda à sexta-feira, das 9h00 às 17h00.

_________________________________________________________________________________

VAI VIAJAR? COMECE A PLANEJAR SUA VIAGEM AGORA MESMO:

Reserve hotéis e pousadas pelos melhores preços e sem taxa de reserva

Utilize o cupom 1001DICAS5 e garanta seu Seguro Viagem com até 10% de desconto

Transfira dinheiro para o exterior com praticidade e menores taxas

Saia do Brasil com chip pré pago e internet 4G

Compre seus ingressos para atrações, excursões e passeios com a Get Your Guide

Reserve seu carro com as melhores locadoras e pague em reais em até 12x (e sem IOF)

Vai para França ou Holanda? Reserve sua passagem pelo site oficial da KLM

Gostou? Então compartilhe este post!

11 thoughts on “Suíça: o drama dos Francos Suíços na hora de viajar

  1. Oi, quantos euros em espécie e preciso pra entrar na Europa ou seja passe tranquilo pela imigração ?
    Irei para Genebra mas vou levar cartão também.

    1. Olá Karla, tudo bem? Não existe um valor determinado.. E tudo depende de quanto tempo vai viajar né? Não é sempre que pedem qualquer coisa assim.. Pra mim mesmo só pediram uma vez em Londres e outra na Espanha (ambas em 2012), mas o ideal é você ter como provar que tem o suficiente pra “não passar fome”, ter um cartão internacional, algo que comprove que tem onde ficar (comprovante de reserva de hospedagem) e a passagem de volta, por exemplo.

  2. Oi, Julia. Essa opção continua valendo? Pergunto porque o post é do ano passado e viajarei agora em agosto. Em Zurique e em Lucerna consigo achar com tranquilidade? Obrigada!

    1. Oi Julia! Sim, você ainda consegue! É possível trocar tanto Euro quanto dólar com certa facilidade nos bancos, pagando apenas o valor normal para conversão da moeda no dia. Vi que outros bancos além do Migros também oferecem essa opção, mas sempre nas agências maiores, que possuem diferentes tipos de caixas eletrônicos. Lembre-se só que é bom ir em horário comercial caso vc precise de assistência com o alemão, por exemplo. Eu mesma precisei de ajuda porque coloquei uma nota amarrotada uma vez e a máquina travou ? Isso não é comum, mas esse tipo de coisa sempre acontece comigo… Hahaha…

  3. Julia, mais a taxa deles é alta? Eu consigo comprar dolar no preço do comercial (3,18) dependendo da cotação dólar -franco suíços, é melhor eu comprar la que no Brasil (3,52 o mais barato que achei).

    Obrigado

    1. Você precisa ter Dólar ou Euro para trocar por Franco e vice e versa. Tendo Real você não consegue comprar nenhuma dessas moedas em bancos normais, só em casas de câmbio e aí o preço deve ser mais alto e incluir algumas taxas. Acabei de fazer uma pesquisa no BEKB, por exemplo, que é o banco regional de Berna. Hoje, mil dólares comprariam 955 Francos Suíços (CHF). E mil Euros comprariam 11.375 Francos. Parece que tem um limite também, algo perto de 2.500 Francos por operação.

      Ah! E me informei na na estação de trem também. Lá eles fazem a troca (no atendimento ao cliente), a cotação deve ser a mesma dos bancos, mas eles cobram 4 Francos (taxa fixa e única de serviço por operação), o que pode ser bastante cômodo, não ter que procurar um banco e ter atendimento em Francês/Alemão/Ingles 🙂

    1. Adolfo, depende muuuuuuito dos seus passeios (se vai precisar de trem, ônibus, tram?), qual tipo de restaurante você vai comer, quais passeios quer fazer…. Recomendo dar uma olhada no site da SBB (companhia de trem suíça) para ter uma ideia. Os preços do transporte são bem altos. Um ônibus dentro da cidade para um trecho curto deve custar 7 Francos, bilhete válido por 30 minutos ou 1 hora. Mas você pode comprar um bilhete válido durante um dia todo, em toda suíça, ou por muitos dias, por um preço interessante. No site você acha mais informações. Sobre comida: um restaurante nada especial vai te cobrar uns 25 Francos por um almoço, por exemplo. Se você quiser mais caro, o céu é o limite. Mas quem quer mais barato procura um “take away”. Principalmente quando está fazendo sol, diversas pessoas estão comendo um sanduba de 6 ou 8 Francos sentadinhas nas calçadas 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *