Review: Restaurante Alma em Lisboa, Portugal | 1001 Dicas de Viagem

Review: Restaurante Alma em Lisboa, Portugal

Review: Restaurante Alma em Lisboa, Portugal

Por favor, peça ao mundo para parar um pouquinho quando você chegar ao Alma. Porque certamente será uma daquelas experiências gastronômicas que de tão maravilhosa ficará na sua lembrança por muito, muito tempo.

Tudo começa com uma porta fechada em uma rua do famoso bairro de Chiado, na região central de Lisboa, Portugal. Normalmente só quem tem reserva pode entrar. Assim com esse ar de mistério é que você chega, aperta uma campainha e é recebido por um funcionário do restaurante que te acompanha até a mesa. A decoração é simples e ao mesmo tempo marcante, imponente. Com detalhes em madeira, as cores e luzes tornam o espaço acolhedor.

Review Alma in Portugal
Restaurante Alma em Lisboa. Foto: Julia Borba.

Ah, por falar em detalhe: a comida. Tudo, absolutamente tudo, foi planejado nos mínimos detalhes. Os ingredientes, isoladamente, já são de excelente qualidade. Mas não é isso que faz o Restaurante Alma, do badalado Chef Henrique Sá Pessoa, ter conquistado uma estrela Michelin. É que dá para ver (e sentir) que a junção desses ingredientes passou por um processo criativo e verdadeiramente minucioso. Por isso, o resultado é perfeito.

 

Restaurante Alma: uma das melhores experiências gastronômicas da vida

Nós provamos o menu degustação Caminhos e Origens com a harmonização de vinhos locais que mereceria um capítulo à parte. Foi servido um Vinho do Porto logo de início (Andresen Porto – Dry White) bastante diferente do vinho do porto extremamente doce que eu conhecia. Se você não é fã de vinho do Porto, dê uma última chance pra esse antes de desistir. Vale a pena! 

A entradinha era uma tapioca crocante e exótica, com sabor de algas e acompanhada de uma dose de sopa fria à base de vegetais. Depois, comemos um bacalhau com caviar de azeite, delicioso, e dois palitinhos de pimentão vermelho (com aparência de queimados), mas que tinham um sabor absolutamente maravilhoso, bastante crocantes e suculentos, acompanhados de um molho especial defumado. Os dois pratinhos eram super inusitados e surpreendentes.

Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.
Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.

Em uma terceira tigelinha vieram “gambas”, que é uma espécie de camarão macio, suave e fresco, em um caldo desses que a gente gostaria de saber repetir em casa. O garçom que nos atendeu (super bem, por sinal), Luiz Feiteirinha, recomendou: come-se primeiro o camarão, depois entorna-se o pratinho para beber o caldo (que é um pouco cítrico). Só a lembrança já da me água na boca.

Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.

Em um outro pratinho nos serviram lascas de vieira com purê de abacate, quinoa, lentilha e pimentões vermelhos. Mais uma vez, a vontade é de lamber o prato, mas a gente finge educação e se controla. Depois de tudo isso, o Chef nos ofereceu três pãezinhos, feitos também no restaurante: de mafra (um pouco mais adocicado), de batata doce e de alfarroba. Servidos com o azeite da casa (feito na região de Alentejo) e uma manteiga defumada com flor de sal. Incrível. Eu poderia voltar lá todos os dias só para comer esses pãezinhos com o azeite e a manteiga. 

Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.
Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.

Depois disso, começamos com os pratos quentes: para mim vieram lulas, tomate seco, acelgas e caldo de lula. Meu marido, que estava amando o prato dele (cenouras assadas com queijo de cabra, frutos secos e azeite de cominhos), quase roubou o meu depois de experimentar. Pra quem gosta de lula, não pense duas vezes. E depois você ficará como eu: morrendo de saudades.

Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.
Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.

Como prato principal, experimentei um lombo de tamboril, com flor de curgete, caril verde, leite de coco e camarão da costa. Nunca comi nada igual. Esse foi imbatível! Conquistou meu coração e zerou a minha lista de adjetivos. Ao mesmo tempo, meu marido estava se deliciando com uma presa ibérica na brasa, chutney de banana, pickle de cebola e maracujá, suco de melaço e especiarias, que ele também amou. O ponto da carne estava perfeito, macia e suculenta.

Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.
Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.

Para terminar, uma pré sobremesa fresca de manjericão, maça verde e merengue – Fantástica! E na sequência: morangos, framboesas, merengue e sorvete de coco, para mim; e uma torta de maça verde caramelizada e sorvete de toranja e baunilha para ele. Como se fosse pouco, terminamos nosso jantar no Restaurante Alma com um cafezinho e pequenas versões de pastel de natal e trufa de chocolate e de alcaçuz. 

Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.
Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.
Review Alma in Portugal
Foto: Julia Borba.

Além do nosso garçom – um querido que explicou tudo nos mínimos detalhes – outros funcionários ajudam a manter as taças sempre cheias e em harmonia com cada um dos pratos; e retiram os talheres e pratinhos imediatamente após terminarmos de comer. 

Review Alma in Portugal
Harmonização de vinhos locais. Foto: Julia Borba.

Bom, depois de comer tão bem assim, e desse atendimento de primeira, nós recalibramos as nossas expectativas gastronômicas, criando um grande problema para todas as nossas próximas experiências. À partir de agora, terão de se esforçar, e muito, para superar todos os deliciosos sabores do que comemos no Restaurante Alma

Review Alma in Portugal
Terminando bem contente nossa experiência no Alma. Foto: Jan Locher. 

Restaurante Alma

Rua da Anchieta, 15, 1200-023, Lisboa, Portugal

De terça à domingo, das 12h30 às 15h30 e das 19h00 às 23h00.

Para fazer sua reserva ligue para: +351 213 470 650

 

NOSSA AVALIAÇÃO:

Acesso: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Estrutura: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Atendimento: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Qualidade/Menu: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Preços: 💰💰💰💰

 

Legenda das Avaliações e Review de Restaurante _ 1001 Dicas de Viagem

 _________________________________________________________________________________

Este post é fruto de uma parceria comercial entre o 1001 Dicas de Viagem e a empresa citada. Cabe destacar que aceitamos parcerias comerciais apenas de empresas que conhecemos e/ou testamos os serviços, e publicamos somente informações que julgamos relevantes para nossos leitores e/ou que possam auxiliar no planejamento de suas viagens.

 _________________________________________________________________________________

COMECE SUA VIAGEM AGORA MESMO:

Encontre passagens aéreas mais baratas

Reserve hotéis e pousadas pelos melhores preços

Veja como fazer câmbio com praticidade e menores taxas

Saia do Brasil com chip pré pago e internet 4G

Entenda tudo sobre o Seguro Viagem

Alugue carros pelos melhores preços

Economize e corte filas em passeios

 _________________________________________________________________________________

Gostou? Então compartilhe este post!

Julia Borba

Julia Borba é repórter de formação e já trabalhou em grandes redações como a Folha de São Paulo e a Rede Globo. Apaixonada pelo Brasil e pelo mundo, é uma das adeptas da teoria de que a vida é curta demais para ficar em apenas um lugar. Além do Brasil, já morou nos Estados Unidos e na Suíça, onde atualmente cursa mestrado em Comunicação Empresarial. Para ela viajar é sinônimo de felicidade - seja por destinos rústicos e com muita na natureza ou encontrando os lugares super charmosos espalhados pelas grandes cidades. Adora contar historias e compartilhar dicas e experiências com todos os apaixonados por viagens.

18 comentários em “Review: Restaurante Alma em Lisboa, Portugal

  • 28 de julho de 2017 em 07:19
    Permalink

    Nossa, quantos pratos lindos! Amei a apresentação deles, super bem elaborados. Ah, os vinhos portugueses são deliciosos, amooo. Parabéns pelo post!! Vou salvar essa dica, pois proximo ano pretendo ir a Portugal. Bjuss

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:41
      Permalink

      Lindos os pratos, né Carol? Vendo as fotos aqui me da vontade de entrar na tela pra comer tudo outra vez. Rs..

      Resposta
  • 28 de julho de 2017 em 04:19
    Permalink

    Nossa, que restaurante mais chique! 😀 Eu nao conheco ainda nenhum restaurante com esse tipo de comida, muito interessante mesmo…

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:43
      Permalink

      Chique demais! E o medo de dar uma gafe? Mas tudo bem, depois que a comida chega a gente nem pensa mais nisso. Rs..

      Resposta
  • 25 de julho de 2017 em 17:47
    Permalink

    Que pratos lindos! Deu muita água na boca!

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:44
      Permalink

      Nossa, eu também. Sempre! To evitando olhar essas fotos para não ficar com fome toda hora. Rs..

      Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:46
      Permalink

      Nem me diga! A tecnologia precisa correr para podermos guardar o gosto de todas essas comidas boas em uma caixinha. Já pensou?

      Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 16:31
    Permalink

    Ótima dica de restaurante, fiquei com água na boca com todos estes pratos que parecem ser uma delícia. Parabéns pelo post.

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:47
      Permalink

      Obrigada, Alessandra! Vale anotar essa dica em um caderninho mesmo. Depois esquecer que já foi e repetir. Esse é meu plano. Rs…

      Resposta
  • 11 de julho de 2017 em 17:47
    Permalink

    Caramba, fiquei babando aqui! rsss! Esse restaurante parece ser realmente fantástico da forma que você relatou, fora a carinha dos pratos que são lindos!
    Alias, apaixonada por vinhos que sou to morrendo de vontade de conhecer esses vinhos locais! ^^

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:48
      Permalink

      Obrigada Luiza! Tive que escrever esse texto com um babador. Hahaha!! Delícia de lugar 🙂

      Resposta
  • 10 de julho de 2017 em 20:00
    Permalink

    Nossa, ser estrelado Michelin não é para qualquer um, e o Alma mostrou o porquê de ser. Maravilhosos pratinhos, deu vontade de invadir a tela. Parabéns pelo relato, muito bom!

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:53
      Permalink

      Muito obrigada Francisco! Ele realmente mereceu essa estrela. Uma delícia… uma saudade… rs…

      Resposta
  • 10 de julho de 2017 em 18:14
    Permalink

    Eu quase não consigo chegar ao final desse texto! Quase fico pelo meio do caminho de tanta vontade de experimentar todos estes sabores! Comemos primeiro com os olhos, então neste quesito estou bem alimentada. Me resta um dia voltar à Lisboa para experimentar tudo isso ao vivo e em cores. 🙂

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 07:56
      Permalink

      Nossa Ana Luiza espero que você faça isso mesmo, de verdade. Depois me mande fotos — e um pratinho por sedex! Rs…

      Resposta
  • 10 de julho de 2017 em 14:13
    Permalink

    Morrendooo cm esse post! Restaurantes assim são um espetáculo a parte! E merecidíssima essa estrela Michelin <3 Tudo parece ser maravilhoso!

    Resposta
    • 11 de agosto de 2017 em 08:00
      Permalink

      Também acho! Uma sorte conhecer lugares assim, que nos deixam tão encantadas!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!