Brasileiros vivendo em Toulouse - França | 1001 Dicas de Viagem

Toulouse, cheguei!

Brasileiros vivendo em Toulouse

Quando chegamos a uma nova cidade, vemos as ruas em perspectiva. Sequências de prédios esvaziados de sentido. Tudo é desconhecido, virgem. Mais tarde, teremos vivido nessa cidade. Teremos caminhado nessas ruas. Teremos chegado ao fim das perspectivas. Teremos conhecido esses prédios. Teremos vivido histórias com as pessoas. Depois de um tempo, tudo isso nos pertence, por termos vivido aí. Era isso que ia me acontecer. E eu ainda não o sabia”. (Filme: “O Albergue Espanhol”)

Sem emprego, sem lugar certo para morar, sem conhecer a cidade, e até mesmo sem domínio da língua, mas com toda a vontade do mundo de viver essa experiência. Foi assim que partimos, eu e meu marido, rumo à Toulouse, uma cidadezinha linda no sudoeste na França e cortada pelo Rio Garrone, que além de paisagens belíssimas, teríamos a possibilidade de buscar um novo emprego e um novo lar para começarmos nossas aventuras.

Como é morar em Toulouse
Localização de Toulouse, França.
Sobre Toulouse

Considerada a quarta maior cidade da França e localizada em uma área estratégica, (perto das montanhas e do mar), Toulouse é uma vibrante cidade universitária, cheia de grandiosidade histórica, com ruas de pedras arredondadas repletas de edifícios religiosos, museus de arte, teatros, novas butiques de moda, vida noturna agitada e um crescente número de restaurantes. Além de animação, história e arte, também fornece ao país um de seus mais avançados centros de tecnologia, representado pela Airbus.

Conhecida como La Ville Rose, graças à cor predominante de seus prédios construídos com tijolos cor de rosa, a cidade encanta qualquer um com seus belos prédios históricos, charmosos cafés e restaurantes, largas e arborizadas avenidas, estreitas ruelas do centro histórico, Canal Du Midi, Rio Garrone e principalmente com as pessoas, que são alegres e descontraídas.

Cidade Rosa - França
Região central da cidade. Foto: NiKi Verdot.
Toulouse e Rio Garrone
Rio Garrone que corta a cidade de Toulouse. Foto: NiKi Verdot.

Por causa da influência da Espanha, que fica bem próxima e que, de forma geral, gosta de fazer amizades e trocar ideias, a população de Toulouse adora ficar nas ruas, nos parques e na beira dos rios. Eles gostam muito de esportes (principalmente de rugby e futebol), e praticam muito corrida de rua, ciclismo e remo.

Chegamos! E agora?

Chegamos em Toulouse no dia 05 de setembro de 2016 com apenas uma reserva de um pequeno apartamento feita pelo AirBnb e por apenas um mês – período que acreditávamos ser suficiente para encontrar um lugar mais barato e bem localizado para morar.

Tolosa, France
Rio Garrone ao fundo. Foto: André Polistchuck.

Encantados pelo sonho que estava se realizando e, obviamente por esta cidade incrível, fomos logo dar andamento aos processos burocráticos básicos: abrir uma conta no banco; ter um registro no sistema de saúde (tenho cidadania francesa); fazer matrícula em um curso de francês; procurar emprego; entender o funcionamento de pequenas coisas como os pacotes de telefone/internet e os anúncios de moradia. Na teoria tudo seria muito simples, mas na prática a história é diferente.

A cada lugar que íamos recebíamos um “tapa na cara”. Estávamos em uma enrascada, pois na França você não é ninguém e não consegue fazer absolutamente nada sem um endereço fixo. Mas para alugar um apartamento e ter um endereço fixo você precisa comprovar renda, 3 meses de aluguel, ter um fiador; enfim toda àquela burocracia que também temos no Brasil. Dessa forma, ficamos sem conta no banco (faltava endereço), sem cadastro nas empresas de banco de vagas de emprego (faltava conta no banco), sem registro no sistema de saúde (faltava endereço), sem matrícula no curso de francês (dependendo de uma reunião); e claro, sem endereço, pois precisávamos de um emprego e fiador para isso.

O pânico bateu, claro. Eu sabia que não seria fácil e que passaríamos um certo perrengue, mas não contava que TUDO teria um empecilho né? Bom, tínhamos então três coisas a fazer: (1) distribuir o currículo do meu marido de porta em porta e procurar bicos para mim (Pet Sitter, pesquisas e degustações, etc.); (2) procurar um lugar para morar no próximo mês ou que aceitasse o contrato sem fiador e sem três meses de emprego na França; e (3) conhecer um pouco mais da cidade e não deixar a dificuldade estragar o momento.

Depois de apenas 3 dias distribuindo currículos e procurando emprego, o André recebeu uma ligação para uma entrevista e tadááá! Começou a trabalhar no dia seguinte. Inacreditável!

Bom, já estamos a quase 15 dias na cidade e ainda não conseguimos resolver os outros assuntos burocráticos. Então, continuamos na saga do apartamento. Esta semana teremos uma reunião com uma assistente social e espero sair de lá com boas notícias. De toda forma, só dele já estar trabalhando e se integrando aos costumes e população local já foi um grande alívio.

Corrida no Rio Garrone em Toulouse
Final de treino com vista para o Rio Garrone. Foto: André Polistchuck.

Apesar do deslumbre inicial não ser mais tão grande e de já estar habituada a algumas das particularidades deste país e da situação que estamos, sei que muita coisa vai mudar: em breve não vou mais precisar do mapa pra chegar à maioria dos lugares, já vou saber o que cada bar e restaurante tem de melhor, terei meu cantinho preferido no parque e contarei mil histórias envolvendo pessoas que ainda nem conheci. Sei que quando menos esperar, essa cidade vai ser, pra nós dois, muito mais do que informações históricas e geográficas, será a “nossa cidade”.

 _________________________________________________________________________________

COMECE SUA VIAGEM AGORA MESMO:

Encontre passagens aéreas mais baratas pelo Decolar

Reserve hotéis pelos melhores preços através do Booking.com

Quer comprar moedas? Encontrei o Melhor Câmbio da sua cidade 

Câmbio com praticidade e menores taxas pelo Transferwise

Saia do Brasil com chip pré pago e internet 4G da Travel Mobile

Alugue carros pelos melhores preços pela RentCars

Economize e corte filas em passeios pela Tickerbar

Faça uma cotação para o seu Seguro Viagem

Gostou? Então compartilhe este post!

NiKi Verdot

NiKi Verdot, além de ser uma apaixonada pela vida, considera-se uma viciada em viagens. Mal acaba de chegar de uma e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em 16 países (tendo passado por mais de 140 cidades) e adora compartilhar suas fotos, dicas e experiências, com o objetivo de ajudar a todos que, assim como ela, são viciados em viagens.

10 comentários em “Toulouse, cheguei!

  • 21 de agosto de 2017 em 11:25
    Permalink

    Bom dia Niki! Minha filha está indo para Toulose para iniciar curso de francês em janeiro de 2018 e volta somente no início de agosto para o Brasil. Inicialmente pensamos em alugar um apto pelo AirBnB no primeiro mês e depois precisávamos de um lugar para ela ficar seguro e mais em conta. Você conhece algum lugar par nos indicar – vila de estudantes, condomínios para estudantes….,etc, que tivesse um aluguel mais em conta? Obrigada.

    Resposta
    • 21 de agosto de 2017 em 16:11
      Permalink

      Olá Roberta, tudo bem? Entendo perfeitamente esta situação. Também alugamos um apartamento pela AirBnb para ficar o primeiro mês enquanto procurávamos outro lugar mais certo e definitivo. Passamos um baita perrengue para conseguir alugar apartamento em Toulouse e foi justamente por isso que tivemos que nos mudar. Mas a situação dela é diferente. Como ela está indo como estudante TUDO é mais simples. Vou começar meu mestrado em Dijon agora em setembro, e sei que assim como aqui, em Toulouse também tem a vila dos estudantes. Geralmente estudantes estrangeiros ou que são de outras cidades francesas tem prioridade. Se ela está indo fazer um intercâmbio a própria escola pode informar sobre isso. Também é possível ver com proprietários particulares; o melhor site é este: https://www.leboncoin.fr/locations/offres/midi_pyrenees/?th=1&location=Toulouse
      Neste caso, é bom dar uma olhada neste texto e já preparar a documentação: http://www.1001dicasdeviagem.com.br/como-alugar-apartamento-na-franca/ Tente ver primeiro com a escola de intercâmbio ou no site da própria faculdade, pois lá deve ter o link para solicitar apartamento. Se tiver dúvidas me diga onde ela vai estudar que posso tentar te ajudar. Qualquer coisa estou por aqui! 😉

      Resposta
      • 22 de agosto de 2017 em 09:39
        Permalink

        Super agradecida pela atenção. Vou ler os links. Um abraço.

        Resposta
    • 16 de setembro de 2017 em 21:04
      Permalink

      Ola Roberta, minha filha mora lá há 1 ano, inicialmente ficou num prédio de universitários próximo ao canal do midi, mas atualmente ela alugou um apartamento mais no centro, perto da universidade. As dicas podem ser obtidas com a escola, inclusive sobre a possibilidade do governo francês ajudar no aluguel, isto é possível dependendo bastando apresentar alguns documentos para provar que é estudante. Se puder ajudar com mais alguma informação terei prazer em ajudar.

      Resposta
  • 6 de junho de 2017 em 11:11
    Permalink

    Olá Niki, tudo bem?
    Estou procurando curso de Francês em Toulouse com 20 h semanais no período NOTURNO e Não estou encontrando. Você tem alguma indicação? Preciso do visto de estudante para poder trabalhar e me manter em Toulouse.
    Grata pela atenção.

    Resposta
    • 7 de junho de 2017 em 08:27
      Permalink

      Olá Ana Maria, tudo bem? Infelizmente não posso te ajudar. Os cursos de francês que me recomendaram eram cursos para imigrantes (gratuitos ou bem baratinhos) e eles não servem como um comprovante de estudante. Recomendo que procure o CLA da Universidade de Toulouse ou alguma escola de francês particular como a Alliance Française Toulouse – apesar destes cursos serem BEM caros! Outra saída é aproveitar que está na época das inscrições para a Universidade na França e fazer a faculdade. De todo jeito acredito que será difícil encontrar cursos noturnos. Boa sorte!

      Resposta
  • 28 de fevereiro de 2017 em 15:43
    Permalink

    Niki, tudo bom? Acabo de chegar em Toulouse para acompanhar o maridão no pós-doc. Tenho cidadania portuguesa e adoraria começar a trabalhar. Queria saber alguns detalhes de como foi com o André. por favor, se você puder ajudar, seria maravilhoso! Apenas dicas, agradeço imensamente. Deixei meu e-mail aqui. Beijos e obrigada demais!

    Resposta
    • 28 de fevereiro de 2017 em 18:26
      Permalink

      Olá Luisa, tudo bem? Seja bem vinda à França! A cidade de Toulouse é incrível! Bom, como essa dúvida pode servir para muita gente, vou escrever um post agora mesmo com algumas dicas, ok? Aí você confere aqui no blog depois. Vou colocar em dia diversas outras dicas que tenho sobre “morar na França” e que podem te ajudar. Obrigada pela visita! 😉

      Resposta
  • 24 de setembro de 2016 em 17:08
    Permalink

    Aiii chorei aqui. Lindo demais. Amiga To mandando boas vibrações, vcs ARRASAM demais. Parabéns pelo emprego!
    E please escreva mais, cada detalhe! Como são os mercados? (Gordinha kkk) como faz para pedir coisas na rua? Eh sussa? Acho da hora para pessoas que querem fazer o mesmo. =**

    Resposta
    • 8 de outubro de 2016 em 17:40
      Permalink

      Êh brigadão, Má!!! Pode deixar que vamos escrever mais e em detalhes sim! Comer é o mais fácil. Só usar mímica, misturar inglês-francês-português-espanhol que tá tranquilo! Rss! Bjobjobjo!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!